quinta-feira, 11 de setembro de 2008

RECITAL DE CORDEL DO GUILHERME DE FARIA - CONVITE A TODOS


RECITAL e Palestra do

GUILHERME DE FARIA
artista plástico e poeta
sobre seus CORDÉIS na
LIVRARIA DA VILA da CASA DO SABER


Dia 13 de Setembro de 2008, sábado, das 12h às 13h

rua Dr. Mario Ferraz 414- Itaim-Bibi

Entrada gratuita

Tel:3707-8900


O poeta Guilherme de Faria (65) se apresenta com um chapéu de couro de aba larga, normal, que evoca ligeiramente o tipo rural, e declama de saída um cordel de sua lavra entitulado Romance da Vidência.
Trata-se de um cordel de grande força dramática, que o autor declama como ator, com voz grave, sonora e impostada, com sotaque sertanejo, com veemência e interpretação adequadas à sua dramaticidade inerente. Costuma ser muito aplaudida esta performance. Em seguida conversa com a platéia contando "causos" e narrando as interessantes circunstâncias em que nasceu essa sua faceta de cordelista, que remonta a uma vivência sua nos anos setenta em pleno sertão de Pernambuco e Paraíba.
Trata-se portanto de um recital (com três a quatro cordéis seus declamados) e palestra que é entretenimento prazeroso para a platéia, e ao mesmo tempo muito instrutivo, pois o poeta evoca as origens do cordel remontando ao romanceiro medieval, recitando também de cór o famoso "A donzela que foi à guerra" poema narrativo medieval português de autor anônimo, muito gracioso, e que certamente deve ter inspirado Guimarães Rosa na criação do seu Diadorim (do Grande Sertão: Veredas).

Um comentário:

Corso disse...

Guilherme!

se não fosse tão fora de mão por ora eu iria...
parabéns..! depois entro aqui para ver como foi...

abraços!